A quem eu quero enganar?
Se o poeta já dizia:
Que "quem mente para si mesmo usa da pior mentira".

Qual lágrima derrubar?
Qual motivo ela teria?
Se o sorriso que adoece, é o mesmo que me sorria.

"se foi a minha sorte?
Cadê meu pé de coelho?
Cortaram os olhos de narciso diante de um espelho!"

Versos e promessas espalhados junto com
Fotos rasgadas jogados no quarto...
Sorrisos em quadros mal-pintados por quem
Produziu seu próprio auto-retrato.

E o mundo prometido por aquela
Pessoa que não era capaz de lavar os pratos?
Será que o amor que eu te guardei,
Ficou escondido nos meus atos?

Eu quero sair, esquecer, ver o mar, viajar,
Quero fumar um cigarro,
Me perder em um infinito paralelo paradoxal,
Dentro do meu carro.

"se foi a minha sorte?
Cadê meu pé de coelho?
Cortaram os olhos de narciso diante de um espelho!"

Versos e promessas espalhados junto com
Fotos rasgadas jogados no quarto...
Sorrisos em quadros mal-pintados por quem
Produziu seu próprio auto-retrato.

E o mundo prometido por aquela
Pessoa que não era capaz de lavar os pratos?
Será que o amor que eu te guardei,
Ficou escondido nos meus atos?

Cortaram os olhos de narciso...