O meu amigo foi curtir lá na fazenda
Levou com ele sua esposa sua prenda
Ela não fica, ele não deixa ela por nada
Aonde ele vai, ela sempre tá grudada

Aproveitou pra dá uma olhada no seu gado
Desconfiou que um touro estava machucado
Se aproximou pra vê se havia ferimento
Mas, o touro violento lhe jogou metros pro lado
Sua mulher que nunca lhe deixou na mão
Quando viu o marido no chão
Pegou o bicho pelo rabo
Gritava querido eu te amo eu não te largo
Mas já tô que não agüento, doída pra soltar o rabo

Não solta o rabo mulher, não solta o rabo,
Não solta o rabo se não eu levo chifre

Não solta o rabo mulher, não solta o rabo,
Não solta o rabo desse touro que ela á bravo