O mundo é resultado dos contrários
Da força dos leões e dos otários
Da selva de munistas e segidários
Das pedras no caminho
O mundo é uma flor e é o espinho
Viver é ser da multidão sozinho
Um passo para frente é outro abandonado
No mundo uma ilusão de cada lado

Casa de ferreiro espeto de pau
Casa de misericórdia miséria total
Casa de candango candombi e cal
Casa de abstinência fúlea brutal

Casa de ferreiro espeto de pau
Casa de misericordia miseria total
Casa de candango candobi e cal
Casa de abstinecia fulea brutal

O mundo é resultado dos contrários
Da força dos leões e dos otários
Da selva de munistas e segidários
Das pedras no caminho
O mundo é uma flor e é o espinho
Viver é ser da multidão sozinho
Um passo para frente é outro abandonado
No mundo uma ilusão de cada lado

Casa de ferreiro espeto de pau
Casa de misericórdia miséria total
Casa de candango candombi e cal
Casa de abstinência fúlea brutal

Casa de ferreiro espeto de pau
Casa de misericordia miseria total
Casa de candango candobi e cal
Casa de abstinecia fulea brutal

Deixa nossa porta aberta
Deixa de brincar de pé se vai jogar o jogo
Deixa de bater o pé se é pra fazer de novo
Deixa de como é que é se tudo é perigo
Logo vem o que vier

Deixa nossa porta aberta
Deixa de brincar de pé se vai jogar o jogo
Deixa de bater o pé se é pra fazer de novo
Deixa de como é que é se tudo é perigo
Logo vem o que vier