Ela pediu paz por favor,
Disse que não tava a fim,
Tive de ver romance sem chão,
Sempre tendo que encarar o fim,
Ela não sabia viver... só,
Realmente é difícil viver só,
Então ela se escondeu atrás da tela virgem,
Procurando por o que pudesse mudar a vida Preto e Branco daquele lugar,
Ela não achava cor nem mar,
Ela não sabia viver... só,
Realmente é difícil viver só,
Sem rumo corre para ela ir pra cá, se agarra a qualquer coisa que passar,
Perdida vai... agora por favor me deixa ser você,
[Refrão]
Tanta coisa apodrecendo no seu mundo complicado,
Quanto tempo vai comendo a carne dura do passado,
Gente chega, gente some, gente se destrói,
E ela lá só pede paz,
E ela só pede paz,
E ela só pede paz,
E ela só pede paz,
Paz, paz, paz,
Ela não sabia viver só,
Realmente é difícil viver só,
Ela não sabia viver só,
Realmente é difícil viver só.