11 A História da Nação (Casa Grande & Senzala)
(Santana)

A história da nação começa assim:
Nenhum por todos, muito menos por mim
Do café-com-leite até o Mercosul
A bandeira verde, branca, amarela e azul

Segregação no futebol
Preto é sangue-bom
Ricardo Teixeira vai reclamar no Procon
Getúlio, JK, Castelo Branco
Conseguiram deixar o Frei Betto manco

Deus é brasileiro, o Papa é carioca
Não tem quem limpe todo o sangue da Mooca
Será que eu descendo do Álvares Cabral
Só falta o Freyre dizer que o mameluco é anormal